Vendedor é igual jogador de futebol?

Esta semana tenho recebido muitos comentários sobre o último post - Entender para Atender e todos apresentam problemas, ameaças e oportunidades de uma empresa que as leva a atender mal seu bem mais precioso: Os Clientes

(Caso você não concorde comigo, pense se eles não existirem o que você vai fazer da sua vida?)


De todos que chegaram separei um:


E como nós, agentes de vendas, fazemos para melhorar? Pois lidar com público é um pouco complicado, ainda mais para as pessoas que não gostam de vendas. Muitas empresas não pagam para seus funcionários o que realmente eles merecem, pois às vezes um funcionário, que não é formado, trabalha muito mais e até melhor que um formado, com graduação etc... Porém, pelo simples fato de não ter um diploma, somos usados e isso não acho justo. Michele Gomes


Poderia ficar aqui listando todos, mas acredito que a solução passa por entender cada um dos pontos e tratá-los. Podemos agrupar todos em três categorias:

1. Processos Internos / Externos

2. Tecnologia

3. PESSOAS


Em primeiro lugar precisamos entender que VENDER não é tirar um pedido, faturá-lo e ponto final.


Vender é um processo com Começo, Meio e Nunca terá Fim ou como alguns consultores dizem: PRÉ VENDA, VENDA, PÓS VENDA e NOVA PRÉ VENDA...


Entender cada empresa e seu meio de abordar o mercado (estratégia de vendas) é o ponto inicial para planejarmos e executarmos nos Processos Internos e Externos. E só assim temos como fazer melhor! E lembrando, esta análise nunca pode esquecer-se de considerar a "ótica dos clientes".


Respondendo a Michele, nos que trabalhamos em vendas precisamos aprimorar sempre nosso conhecimento e habilidades para desempenhar cada vez melhor nosso papel. O vendedor é um CATALIZADOR, capaz de atender uma necessidade de um cliente com o benefício de um produto / serviço. De nada adianta os marketeiros criarem campanhas mirabolantes, propagandas, estratégias, se os pontos de contatos com os clientes (nós vendedores) não formos capazes de traduzir em palavras e em Vendas!(frase de um amigo chamado F.Negrini).


VENDER é a consequência de um processo de venda bem conduzida!


Eu mesmo quando estava pensando no quer ser na vida, no meu futuro; sempre dizia: A única coisa que não quero ser na vida é vendedor! Hoje 30 e tantos anos depois, acredito que não tem profissão melhor no mundo, afinal desde que Eva vendeu a Maçã, o mundo é o que é! Não existe sem os catalisadores que satisfazem nossas necessidades com soluções.


Vender é como jogar futebol!


Você pode nascer com este dom, mas precisa se aprimorar sempre, aprender a chutar com o pé esquerdo, cabecear e entender como joga seu adversário. E vender é democrático, todo mundo pode saber vender, não precisa ser formado para esta atividade!


As empresas precisam valorizar mais seus vendedores e para isto tem que INVESTIR em dois pontos cruciais:


1. CAPACITAÇÃO - Habilidades e Competências

2. RECONHECIMENTO


E reconhecimento não é só premiar com $, esta é a pior forma de se reconhecer um trabalho (se vier sozinha), pois passa a fazer parte do salário (na mente dos vendedores) e, quando não acontece, o salário acaba e o mês continua. DESMOTIVAÇÃO!


Reconheça o trabalho realizado sempre! Uns simples parabéns têm efeitos maravilhosos!


Michele, pense na felicidade que você tem levado aos seus clientes e quanto a vida deles melhorou depois que você atendeu suas necessidades.




Marcos Mazza

Twitter: @MFMAZZA

MZ Mazza Consultoria e Capacitações Cel. 016 996345177

www.mfmazza.com


https://br.linkedin.com/pub/marcos-fabio-mazza/5/914/b29


"O mundo é um mar de oportunidades, mas você precisa saber nadar "

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

©2015 Por Ricardo Siberi